Sempre grátis

A lista é grátis para sempre e dentro da lei, pois as transmissões são feitas e disponibilizadas pelos próprios canais. Para entrar em contato com nosso site, acesse a página contato no menu.

Lista IPTV Grátis

Bebê levado de maternidade em Goiânia viajou 30km dentro do baú de uma motocicleta

Segundo o delegado responsável pelo caso, técnica em enfermagem presa pelo crime era quem pilotava a moto em direção à casa da tia dela, onde neném foi deixado. Recém-nascido foi resgatado após 10 horas.
Foto da pobre criança vítima do crime.

A Polícia Civil apurou que o bebê que foi levado da maternidade Nascer Cidadão, em Goiânia, viajou 30 km dentro do baú de uma moto que era pilotada pela técnica em enfermagem presa pelo crime, também em Goiânia. O delegado Wellington Lemos, que investiga o caso, disse que a funcionária, a tia dela, a prima e o marido foram presos e devem responder pelo crime de subtração de incapaz.

O hospital é gerenciado pela Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas (Fundahc), que informou que vai demitir a funcionária criminosa. A empresa disse que está colaborando com as investigações e que a técnica trabalhava na unidade de saúde há cerca de 9 meses, e não havia apresentado problemas antes. Os responsáveis pela defesa das pessoas presas não foram encontrados.

O bebê nasceu no último dia 25 de maio. Segundo a Polícia Civil, a mãe dele queria colocá-lo para adoção e fugiu do hospital. Na quinta-feira (30), o menino sumiu e, após 10 horas de buscas, foi encontrado na casa da prima da técnica e levado de volta para o hospital.

“Ela não trabalha naquele setor. Ela foi lá por livre e espontânea vontade e solicitou a uma das enfermeiras para segurar a criança para fazê-la arrotar. A enfermeira percebeu um vulto passando pela porta e notou que ela não estava mais lá”, explicou o delegado.

De acordo com as investigações, as câmeras de segurança da unidade não gravaram o momento porque, justamente o cabo da UTI Neonatal, onde o bebê estava, foi cortado.

O delegado contou ainda que, ao ser retirado do hospital, o bebê foi levado para a casa da tia da técnica em enfermagem, e depois para a casa da filha dela. A investigação dá conta de que o menino seria dado a prima da criminosa que levou a criança. A mulher perdeu uma criança nos 6 meses de gestação e não poderia mais engravidar.

Todos os envolvidos foram presos e devem responder por subtração de incapaz, que é um crime cuja pena vai até 6 anos de prisão.

O Conselho Tutelar assumiu a responsabilidade pelo bebê e, depois que ele receber todo o tratamento necessário no hospital , irá para adoção, como explicou o conselheiro Ismael Carvalho.

“O juizado vai encaminhá-la para uma unidade acolhedora institucional e dai a família que tiver em primeiro na fila do cadastro nacional de adoção vai receber esse presente”, finalizou.

0 0 votes
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x